top of page

Canabidiol e demais fitocanabinoides na Harmonização Orofacial





A cannabis medicinal tem várias aplicações na odontologia, particularmente em relação aos receptores canabinoides orais e craniofaciais. Esses receptores estão presentes em vários locais, incluindo os músculos, o tecido ósseo, os tecidos moles intra e extra bucais, a polpa dental e a língua.

Receptores Canabinoides Orais e Craniofaciais

Os receptores canabinoides estão associados com o status fisiopatológico e podem aumentar as respostas gustativas nervais ao adocicado. Os receptores CB1 e CB2 são igualmente expressos em toda a espessura do epitélio, nas células epiteliais da língua e em papilas circunvaladas e fungiformes. Já os receptores CB2 e TRPV1 são encontrados em células epiteliais adjacentes às papilas gustativas e nas camadas basais do epitélio da língua.

Regulação da Secreção Salivar

Os receptores canabinoides CB1 e CB2 ativados atuam na regulação da secreção salivar, inibindo a Na* K* - ATPase pelo acúmulo de cAMP na sintomatologia da xerostomia. Isso controla a quantidade e a qualidade alimentar e o tônus noradrenérgico.

Receptores Canabinoides na Glândula Submandibular

Os receptores CB1 estão presentes em glândulas salivares maiores, restritos em células do ducto estriado próximo à membrana apical, com exceção de células acinosas. Eles também são encontrados em glândulas submandibulares, memórias basolaterais de células do ducto primárias e ácinos serosos. Já os receptores CB2 estão presentes em células mioepiteliais, células ao redor dos ácinos - responsáveis pela produção salivar - e neurônios dos gânglios dos ductos secretores.

Canabinoides na Harmonização Orofacial

Estudos recentes mostraram que CB1 e CB2 têm efeitos endógenos ligantes na pele, sugerindo que a pele tem seu próprio sistema endocanabinoide - SEC. Os canabinoides exercem atividade agonista e efeitos antagonistas no SEC, resultando em inibição ou ativação da proliferação de queratinócitos, produção de sebo, produção de cabelo e inflamação regenerativa. A possibilidade de SEC na pele sugere um uso potencial para tratar uma variedade de doenças dermatológicas através da modulação dos receptores canabinoides.

Canabinoides, Oxidação e Derme/Epiderme

Os canabinoides têm demonstrado um papel no rejuvenescimento da pele e no antienvelhecimento, devido à capacidade do sistema endocanabinóide no controle da proliferação, diferenciação e sobrevivência das células basais. Foi relatado que a deleção genética de receptores CB1 em camundongos resultou em início precoce do envelhecimento da pele. Essas descobertas levaram a uma explosão de produtos de cuidado da pele que incorporam THC e CBD extraído de plantas de cânhamo.

Para mais informações, entre em contato conosco por meio do email gaodonto@gmail.com ou pelo telefone (61) 99669-7841. Você também pode nos visitar em www.odontologiacanabinoide.com.

Obrigado pela leitura!

@ Dr.GuiMartins

 CRO/DF: 4384.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page